terça-feira, 4 de outubro de 2011

O outubro que habita em mim...

Boa tarde a todos!

Desde criança, tenho uma forte empatia pelo mês de outubro. Isso pode ser explicado, em parte, pela felicidade que sinto ao comemorar o dia do meu aniversário, que, apesar de ser lá no finalzinho, já me faz "viajar" desde o primeiro dia do mês. Por sua vez, agosto tornou-se um intervalo de tempo tão "pesado" que os meses subsequentes têm em mim quase que essa "obrigação" de serem mais leves e alegres... 

Retribuindo gratuitamente essa minha "devoção", a verdade é que outubro sempre me reservou muitos bons momentos; são instantes e sorrisos que, apesar de terem o calendário todinho para se manifestar, acontecem exatamente nesses 31 dias...

E essa singela postagem nasceu, justamente, da vontade de desejar um excelente mês de outubro a todos nós... Parafraseando o espírito da famosa saudação, o outubro que habita em mim saúda o outubro que habita em você.

Paz e Bem!

Um comentário:

  1. Se agosto tem o podão afiado que lhe ceifa a inspiração, não se preocupe! O desbaste é feito em data propícia! E assim diz a boa regra do cultivo: é ao final do inverno que as frondosas árvores necessitam de podas. Você floresce forte nesta primavera, fazendo copa àqueles que mais precisam de você, sua família. E eu, como seu fiel seguidor, amigo e admirador, estou aqui, sempre atento, como um regador a mão, pronto a contribuir para que você continue a abrigar pássaros e ninhos com altivez, inclusive, a perenizar seiva à lagartinha que lhe prova e a quem tanto você se dedica: sua linda sobrinha! Esta, já vislumbro, em breve, será transformada, ao seu exemplo, numa bela e independente borboleta.

    ResponderExcluir