sábado, 18 de maio de 2013

Grey's...


   A ficção, para além de nos transportar a uma vida imaginária, faz-nos refletir um pouquinho sobre as infinitas possibilidades de se movimentar nesse tabuleiro de xadrez do nosso mundo real. Por que não vivemos, tão somente, daquilo que é tangível? Por que não fazemos contatos apenas com pessoas que existem, efetivamente, no mundo concreto? Porque isso nos tiraria a capacidade de imaginar e de sonhar... Essa, penso eu, talvez seja a grande "função" dos livros, das músicas, dos filmes/seriados.



Nessa postagem, destaco uma cena de Grey's Anatomy, uma das tantas que me emociona todas as vezes que a assisto (sou absolutamente apaixonada pelo seriado!) . Quem poderia imaginar que em um simples "post it" se pudesse formalizar um contrato de casamento? E é aí que reside o segredo: nas manifestações mais simples do nosso viver é que os sentimentos mais puros e verdadeiros costumam se destacar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário